Vale conclui venda para a Mosaic

A Vale anunciou nesta segunda-feira, 8, a conclusão da venda da Vale Fertilizantes para a Mosaic conforme...

A Vale anunciou nesta segunda-feira, 8, a conclusão da venda da Vale Fertilizantes para a Mosaic conforme anunciado em fato relevante de 2 de janeiro. Na ocasião, a Vale informou que alguns ajustes finais tinham sido realizados nos termos e condições da transação. A Vale decidiu reter participação acionária no terminal portuário Tiplam, no Porto de Santos, da VLI, que anteriormente estava incluída na transação.
 
A Vale receberá cerca de US$ 1,150 bilhão mais 34,2 milhões de ações da Mosaic, representando 8,9% do capital total da Mosaic após a emissão de ações. Anteriormente, a transação tinha um valor estimado de US$ 2,5 bilhões, metade em dinheiro e metade em ações. Agora, o Stiquifar está atuante para que essa mudança não traga nenhum tipo de dano aos trabalhadores.
 
Para a presidente do Stiquifar Graça Carriconde, a Mosaic é uma empresa Americana focada no negócio de fertilizantes, diferentemente da Vale, que visa a mineração e o Agro Negócio. “O Sindicato tem uma leitura muito clara de que a Mosaic faz mais com menos. Isso terá uma reestruturação. Esperamos que essa relação capital x trabalho posso ser respeitosa dentro dos interesses do trabalhador”.  
 
Graça também acredita que uma empresa do porte da Mosaic só fez esse investimento porque acredita na prosperidade do Brasil, mesmo diante a crise política e econômica. “Nos temos um potencial de produção de alimento muito grande e o setor de fertilizante ganha. Estamos focados no interesse dos trabalhadores. Esperamos manter um boa relação”, terminou.