Itabira terá simulado de emergência com barragens de mineração da Vale

  As Defesas Civis Estadual e Municipal de Itabira, com o apoio da Vale, vão realizar o simulado de...

 

As Defesas Civis Estadual e Municipal de Itabira, com o apoio da Vale, vão realizar o simulado de emergência de barragens no dia 21 de agosto (sábado). De acordo com a mineradora e os órgãos de segurança, a atividade é uma forma de prevenção, que envolverá a população localizada na Zona de Autossalvamento das comunidades Borrachudo, Mandembo, Padres, Gatos, Rocinha, São Pedro e Morro Santo Antônio, em Itabira.

No horário do simulado, os moradores serão avisados através do toque de sirenes, seguido por uma mensagem de voz, alertando que se trata de um simulado e que deverão seguir as rotas de fuga e se dirigir aos pontos de encontro localizados em área segura.

Essa ação faz parte do Plano de Ação de Emergência para barragens de Mineração (PAEBM), em cumprimento à legislação vigente. O objetivo, segundo o comunicado, é reforçar a cultura de prevenção e orientar a população sobre como proceder em casos de emergência.

A Vale também salienta que todos os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19 serão tomados durante a atividade. A barragem de Itabira é a Itabiruçu, que foi há cinco meses desinterditada pela mineradora que controla a estrutura.

Em outubro de 2019, a Vale havia suspendido a disposição de rejeitos de minério e elevou o nível de emergência da barragem Itabiruçu para o nível 1, que não exige a retirada dos moradores das áreas de risco, nem o toque das sirenes. Neste ano, a empresa alegou que os resultados indicaram boas condições da barragem e, portanto, retirou-se o nível de emergência que a estrutura, de acordo com a companhia, está dentro dos parâmetros legais de segurança.

 

Fonte: https://maisminas.org